Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.satc.edu.br/handle/satc/405
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCuri, Elvys Isaias Mercado-
dc.contributor.authorZanette, Matheus Fontana-
dc.date.accessioned2020-07-21T22:13:41Z-
dc.date.available2020-07-21T22:13:41Z-
dc.date.issued2020-07-09-
dc.identifier.urihttp://repositorio.satc.edu.br/handle/satc/405-
dc.descriptionO estudo teve como objetivo desenvolver uma metodologia, para classificação de sensores de distância utilizados em medições estáticas ou dinâmicas, baseando-se no método de estudo observacional, analisando os dados por meio de modelos estatísticos, caracterizando a precisão, exatidão e incerteza dos sensores estudados.pt_BR
dc.description.abstractA qualidade dos dados obtidos por um instrumento de medição é de fato um parâmetro decisivo no momento da sua seleção. Assim, o estudo de um método capaz de caracterizar níveis de precisão e incerteza de determinado instrumento de forma prática e consistente no ambiente industrial, se mostra muito útil e necessário quando não se possui informações suficientemente confiáveis do real estado de funcionamento deste. O trabalho almejou a aplicação de uma metodologia para classificação de sensores de distância de baixo custo utilizados em medições estáticas e dinâmicas, baseando-se no método de estudo observacional e analisou-se os dados utilizando modelos estatísticos, caracterizando a precisão, exatidão e incerteza dos sensores estudados. Os ensaios de medições estáticas foram realizados em dois sensores ultrassônicos e um sensor infravermelho utilizando bancadas projetadas com aproximadamente 400 mm. Já os ensaios dinâmicos, foram realizados com o sensor infravermelho em uma esteira com velocidade controlada. Os ensaios apresentaram resultados positivos e foi possível observar, por meio de gráficos, o comportamento sistemático e aleatório dos sensores. Verificou-se a presença de diferentes níveis de incerteza e erros sistemáticos para diferentes faixas de medição, recomendando-se o uso restrito à certas faixas de acordo com a tolerância que o processo requerer. Observou-se ainda que a incerteza da medição está diretamente ligada à repetibilidade, resolução do instrumento e qualidade do padrão de referência. Estudos futuros poderiam aprofundar-se na capacidade de medição dinâmica de sensores, bem como a utilização da metodologia proposta à outras áreas como medição de temperatura, pressão e etc.pt_BR
dc.format.extent30pt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relation.ispartofInstrumentação e Metrologiapt_BR
dc.subjectMetrologiapt_BR
dc.subjectEstudo Observacionalpt_BR
dc.subjectSensorespt_BR
dc.subjectIncerteza de mediçãopt_BR
dc.titleESTUDO OBSERVACIONAL PARA SELEÇÃO DE SENSORES DE DISTÂNCIA EM MEDIÇÕES ESTÁTICAS E DINÂMICASpt_BR
dc.typeArtigos (TCC)pt_BR
Appears in Collections:Artigo de TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Matheus Fontana Zanette - Artigo TCC FINAL.pdf680,28 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.